Arte Abstrata


 Obras consultadas: Construtivismo – origens e evolução  de George Rickey (Cosac & Naify)
 Arte Abstrata - Mel Gooding

Wassily Kandinsky,  pai da arte abstrata 


Wassily Kandinsky - Василий Кандинский - (1866-1944) foi um artista russo, professor da Bauhaus e introdutor da abstração no campo das artes visuais. Apesar da origem russa, adquiriu a nacionalidade francesa.  A primeira vontade foi ser músico. Entretanto, formou-se em direito e economia política na Universidade de Moscou. Aos 30 anos, encantado com um quadro de Monet abandonou a carreira jurídica. Em 1900, em Munique, formou-se pela Academia Real.
Foi professor na Bauhaus  uma das maiores e mais importantes expressões do que é chamado Modernismo no design e na arquitetura da Alemanha sendo a primeira escola de design do mundo até 1933 até que foi fechada pelos nazistas e, seus quadros foram confiscados. Em 1939, fugiu para a França, onde se naturalizou. Morreu em Neuilly-sur-Seine, na França em 1944.
 .

Cores, linhas, formas e nada mais na arte da abstração 

.

A principal característica da pintura abstrata é a ausência de relação imediata entre suas formas e cores. Uma tela abstrata não representa nada da realidade que nos cerca, nem narra figurativamente alguma cena histórica, literária, religiosa ou mitológica.

Composition lV- 1914
Abstrato vem do latim abstraho (se separar de). Uma pintura abstrata liberta-se da representação da realidade visível (paisagens, cenas, flores, personagens).Existem basicamente duas classificações para arte abstrata: Abstracionismo Geométrico - formados por figuras geométricas e linhas - e o Abstracionismo Lírico ou Expressionismo Abstrato- composto por manchas. 
O geométrico pertence à primeira vanguarda - arte moderna - e o lírico ocorreu na chamada segunda vanguarda, após a Segunda Guerra Mundial , pertencendo à arte contemporânea.
.
O Cavaleiro Azul - 1904
O quadro, "O Cavaleiro Azul" , o cavaleiro é um personagem dos contos de fada com o qual Kandinsky teve contato em sua infância, representa o virtuoso combate do bem e do mal, simbolizando luta e renovação. Esta é uma imagem reincidente da fase figurativa do artista.Em 1912, publicou o almanaque "Der Blaue Reiter" (O Cavaleiro Azul), nome do quadro, para o primeiro grupo expressionista cuja vertente é mais lírica do que dramática, em relação ao grupo expressionista Die Brücke.
Os estudiosos de Arte comumente consideram o pintor russo Wassily Kandinsky o iniciador da moderna pintura abstrata. Em seu livro Do espiritual na arte, Wassily Kandinsky reforça aos seus conterrâneos o rumo da arte não-figurativa sugerindo a ”necessidade espiritual” como doutrina.
.
 .
  • - Todo artista, como criador, tem algo em si que exige expressão..
  • - Todo artista, como filho de seu tempo, é impelido a expressar o espírito desse tempo... 
  • - Todo artista, como um servidor da arte, deve ajudar a causa da arte... Do ponto de vista da necessidade espiritual, nenhuma limitação [de forma] pode ser imposta. 
  • -  O artista pode utilizar qualquer forma que sua expressão determine; seu impulso interior deve encontrar uma forma externa apropriada. 
.
Primeira obra não figurativa - 1910 - uma aquarela para seu livro "Do espiritual na Arte"
Kandinsky havia aparentemente concebido a arte abstrata já em 1908. Em sua revisão autobiográfica, conta-nos como de retorno ao seu estúdio, numa hora de crepúsculo, avistara inesperadamente sobre seu cavalete uma pintura estranha, porém muito bela. A pintura não tinha nenhum tema, não descrevia nenhum objeto identificável e era inteiramente composta de fragmentos brilhantes de cor... "Uma coisa tornou-se clara para mim: não havia necessidade de um lugar para a objetividade e a descrição de objetos em minha pintura, estas eram até prejudiciais a ela". Kandinsky deu-se conta, posteriormente, de que se tratava de uma de suas telas viradas de lado .
.
Black and Violet - 1923
Wassily Kandinsky relacionava-se com artistas como Franz Marc, Paul Klee e August Macke. Juntamente com Marc, Kandinsky publicou o almanaque "O Cavaleiro Azul". Em 1908, pintou pela primeira vez um quadro não representativo: nuances, degradées, formas geométricas e linhas sem o intuito de « significar »

Improvisation XIX
A cor vívida e sem forma e a quase-figuração estranha e linear de Improvisation XlX de Wassily Kandinsky, é algo muito diferente da simplicidade hierática e do drama quase geométrico da pintura suprematista. Aqui, somos apresentados a uma riqueza cromática e tonal: um arco grosseiro de cores escarlate, amarelo, laranja, carmesim, verde e branco, dissolvendo-se, à direita e para baixo, numa mistura de violetas, púrpuras e azuis vibrantes, do pálido ao escuro. Grande parte dessa passagem inferior-central é tão rápida e tão levemente rabiscada pelo pincel que a luz branca da tela pode ser vista. A cor nessa pintura é a do espectro, como se, por mágica, o arco-íris tivesse sido espalhado para ocupar momentaneamente o retângulo, um momento fugidio de luz e energia, um caos atmosférico. Seu título parece sugerir que a obra foi feita de luz e energia, um caos atmosférico, que a obra foi feita em reação a um impulso interno, tal como um pianista talentoso poderia espontâneamente compor uma peça musical com um humor particular no tom apropriado. "Em termos gerais" escreveu Kandinsky,"a cor é uma força que influencia diretamente a alma. A cor é o teclado, os olhos são os martelos, a alma é o piano com suas muitas cordas. O artista é a mão que toca".
.

Kandinsky e o Piano de Muitas Cordas 

.

Cordas do piano
Esse paralelo entre música e pintura enfeitiçou Kandinsky, como já o fizera com muitos artistas, compositores e escritores nos últimos anos do seculo XlX e nos primeiros do século XX. “Toda arte“, escreveu o crítico inglês Walter Pater, “aspira à condição da música“. A música é a arte mais puramente abstrata, além da linguagem, puramente sensorial e capaz de tocar diretamente o espírito do ouvinte. Ao se mover na direção da abstração, as artes visuais estavam buscando esse acesso direto à realidade espiritual interna do espectador, buscando tornar-se o sinal externo e visível de uma verdade invisível. Charles Baudelaire, poeta francês e crítico de arte em um poema famoso, descreveu as correspondances entre diferentes fenômenos sensoriais:
Como ecos prolongados que se confundem ao longe 
Em uma escura e profunda unidade 
Tão vasta quanto a noite, e quanto a claridade
Os perfumes, as cores e os sons se harmonizam.


 Sketch for composition II 1909-1910
Kandinsky acreditava que a pintura, como a música, deveria exprimir a “vida interior“ do artista, os mais profundos sentimentos e intuições, sem recorrer à “reprodução de fenômenos naturais".
A cidade de Munique tornou-se o centro da arte vanguardista daquela época e, quando Kandinsky pinta a “Composição II” (quadro praticamente perdido durante a 2ª Guerra Mundial, e que foi considerado o mais importante de sua obra), a reação dos críticos a essa obra foi fervorosa, tratava-se de uma obra de um louco ou de um viciado em morfina ou haxixe .
.
Composition VI - 1913
Desenvolveu a arte abstrata até o fim de sua vida. Junto a Piet Mondrian e Kazimir Malevich, Wassily Kandinsky faz parte do "trio sagrado" da abstração, sendo o mais famoso.


"A realização de nossa percepção do mundo nas formas do espaço e do tempo é o único objetivo de nossa arte pictórica e plástica." Naum Gabo. 

 

.


Veja também nesse blog ARTE ABSTRATA II

.

21 comentários:

  1. Oi, Elma. Que bom interagir com você neste mais novo espaço teu. De grande beleza, uma verdadeira aula de arte. É um privilégio poder conhecer um pouco da obra de tão grandes mestres. Parabéns!

    Beijos...

    ResponderExcluir
  2. FANTÁSTICO !
    Me lembrei das aulas de História da Arte na faculdade...
    Muito rico seu blog, já virei fã...
    Sensacional, ótimas escolhas, muito capricho... que sorte a minha ter vindo aqui e conhecido essa riqueza...

    Adorei seu blog.
    Parabéns !
    Quando der visite meu blog também :

    http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

    Beijo,
    Solange Maia

    ResponderExcluir
  3. O mundo adormece na cama do céu
    Enquanto permaneço acordado no teu roseiral…
    Vigilante no teu galante corpo, rosa sem véu
    Batem janelas inquietas, pétalas em temporal

    Neste momento,
    Desejo
    Um bom fim-de-semana
    Materializado em harmonia
    Com muita alegria…
    Um excelente CARNAVAL
    Com muito divertimento
    Desmascarando amor
    Com paz,
    Cheio de muita folia…

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderExcluir
  4. EU amo artes plásticas não entendo muito
    mais é uma das minhas paixões suas telas são belissima

    ResponderExcluir
  5. Amo Artes Plásticasnão entendo muito
    mais acho belissimas suas telas

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante. na verdade se faz uma viagem pela cultura mundial.

    ResponderExcluir
  7. laiane aparecida dos santos21 de junho de 2010 22:46

    muito enteressante esse blog amei vou visita sempre sou apenas uma estudante mais e muito bom para o meu conhecimento. um beijo

    ResponderExcluir
  8. parabéns Elma pelo espaço. É muito bom termos um lugar para divulgar esta arte que nos diz tanto do interior humano. Sabemos que o Desenho, a pintura e outras formas de arte estão mais no sentir do que no olhar.

    Abraços.
    Demi Lopes
    www.demilopes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Belíssimas imagens.
    Aprecio imagens abstratas em geral.

    ResponderExcluir
  10. Adorei seu blog! Já estou seguindo^^
    Eu faço e amo a arte abstrata!
    Bem, espero que possa visitar o meu blog http://lds98arteabstrata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. muito bom este trabalho de arte abstratos

    ResponderExcluir
  12. Excelente! Uma Viagem!
    A VIAGEM

    Na despedida da vida, é difícil compreender a partida!
    De repente; como uma página virada de um livro ao final de um capítulo tudo fica obtuso, insustentável,roto.
    O gosto do que foi gostoso, não mas tem como ser lembrado, sentido, pensado,
    e como uma ave de asas quebradas, geme-se sem haver quem ouça;
    ficando a espera do algoz, que lhe libertará do infortúnio, um ser temido, mas no desespero desejado.
    Então: espera-se que como uma ave, voe-se o vôo melhor, único, completo,bom?
    Quão duro e áspero é geralmente o caminho para plainar sobre o vento melhor; esperança forçada do inevitável.
    Quem dera fosse rápido e indolor como o sono diuturno; onde o drama seria melhor suportado, ao invés da demora da dor, angústia incompreensível.
    Instantes de um tempo que depois esquecido, não honra o sofrimento de alguém que no seu pouco tempo de consciência chorou;
    e pensar que há quem se pense eterno no seu amanhecer, mas como o vento que passou, não mas é.
    Há quem edifique colunas na busca desesperada de eternizasse, a pedra perdura, o idealizador não!
    Já se chega com a mala pronta, com a passagem involuntária marcada em uma data desconhecida pelo viajante;
    viagem solitária da qual não se tem postal, imagem guardada por um pouco, por alguém que acenou choroso;
    lembrança que deixará de ser lembrada, por não haver quem dela possa lembrar.
    O mundo se refaz a cada ser que chega, e se desfaz a cada um que vai.
    Ao encontro da confirmação ou não de suas crenças, certeza incerta das suas incertezas.
    Petrus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo texto Anônimo. Obrigada por deixá-lo registrado nesse Espaço. Adorei. :)

      Um grande abraço.

      Excluir
    2. Muito bom! Obrigada pelo maravilhoso trabalho...

      Um grande abraço.



      Excluir
  13. Gostei muito do que você escreveu, sou apaixonada por ele, e já fiz muitas releituras dele no passado, hoje continuo aprendendo sobre os mistérios de se fazer arte, e da criação!
    Sou maluca pelas cores, e Kandinsky era mestre nisso também, além da composição ! Obrigada, LM
    www.ledamaria.com

    ResponderExcluir
  14. I’ll right away take hold of your rss feed as I can’t find your
    e-mail subscription hyperlink or newsletter service.

    Do you’ve any? Kindly allow me realize so that I
    could subscribe. Thanks.

    my web-site: baterias samsung galaxy s3 mini

    ResponderExcluir

Obrigada por chegar até aqui. Seu comentário será valioso para que eu receba através dele, a sua opinião, prova da nossa interação.

Esse blog foi feito para você.

" ARTE é o conhecimento usado para realizar determinadas habilidades ou beleza transcendente de um produto de atividade humana".


Elma

Copyright © 2013 Espaço das Artes and Blogger Templates - Anime OST.